POPULARES MATARAM MÉDICOS JORNALISTAS E EDUCADORES QUE COMBATIAM O EBOLA EM GUINÉ NA ÁFRICA - DF Urgente

Publicidade

Últimas notícias

Home Top Ad

Post Top Ad

Responsive Ads Here

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

POPULARES MATARAM MÉDICOS JORNALISTAS E EDUCADORES QUE COMBATIAM O EBOLA EM GUINÉ NA ÁFRICA

Foto: Reuters
Por Renato Souza
Populares mataram médicos, jornalistas e educadores que combatiam o ebola em Guiné. Segundo informações da "Fox News" ao menos três médicos, três jornalistas e dois educadores foram mortos durante o combate ao ebola na região. A equipe se preparava para fazer exames, informar formas de prevenção ao ebola e esclarecer a população sobre a doença. Quando chegaram em um centro humanitário foram atacados com pedradas, cassados e mortos pela população que não acredita na existência do vírus. Os oito corpos foram encontrados em uma vala na aldeia de Wome, nesta sexta-feira (19). O caso foi relatado por uma jornalista que fugiu para a mata durante o ataque. O número de mortos pela doença na África Ocidental aumentou para 2.600 e a OMS decretou emergência mundial. A ONU ainda não se pronunciou sobre o assunto.

http://wellingtonmartinsdaestrutural.blogspot.com.br/2014/09/populares-mataram-medicos-jornalistas-e.html

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here